Quando você assiste a um vídeo de esportes radicais, é normal ficar de boca aberta e queixo caído com as imagens. Normalmente em câmera lenta, elas mostram detalhes incríveis dos atletas e da natureza em ação, com grandes momentos de ondas, saltos e manobras.

Só que tudo isso não seria possível sem um elemento que não se arrisca tanto: o responsável pelas filmagens, que utiliza uma câmera normalmente de última geração. É o caso de Chris Bryan, responsável por compilações como a que você vê logo abaixo.

Bryan especializou-se em capturar surfistas com sua Phantom 4K Flex, uma câmera que grava em até 1.000 frames por segundo (fps). Isso significa que, além de você ver tudo em uma altíssima resolução, é capaz de enxergar cada movimento em detalhes, das gotas das ondas às expressões de surfistas.

Capturando o momento

Lançada em 2013, a Phantom Flex 4K é um monstro do vídeo. Com resolução máxima de 4096 x 2304 pixels, ela grava material em RAW ou comprimido, tem um sensor super-35 de 10 MP e integração Bluetooth para controle remoto. Sua profundidade de campo de 35 mm combinada com o alto desempenho em ambientes de baixa iluminação proporciona qualidade cinematográfica de gravação mesmo em ambientes com baixa iluminação — o ISO pode ser inserido no próprio índice de exposição do aparelho para casar perfeitamente com a situação.

A grande responsável pelas belas imagens.

Em suas aventuras filmando perto de ondas gigantes, Bryan nunca viu a própria vida em risco. O máximo que aconteceu foi, em vários momentos, deixar o caro e pesado equipamento à deriva por alguns momentos na caixa de proteção quando uma grande onda pega ele desprevenido — e, até agora, nada mais grave do que arranhões e pequenos ferimentos nele e no equipamento. Na época em que saiu, ela custava a partir de US$ 109 mil (cerca de R$ 396 mil). Em outras palavras, apenas para profissionais.

Além da compilação acima, um vídeo do lendário Kelly Slater gravado pelo cinegrafista já entrou para a História. Clique aqui para assistir (recomendamos o navegador Google Chrome ou um dispositivo iOS). Ele capturou o atleta em uma onda que tinha tudo para "embolar" o surfista, mas Slater tira de letra e pega o tubo com perfeição. Repare nos detalhes da onda se formando e na calma que ele demonstra durante toda a ação.

Qual câmera você mais indica para gravar esportes radicais? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: