Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Kevin Twomey Photography)

Não, isso não é a cabeça de um robô, nem algum tipo de arte bizarra com sucata. Essa é, na verdade, uma calculadora fabricada nos anos 60, quando esses aparelhos ainda eram uma novidade. Ou melhor, quase isso: nessas imagens, você pode ver como elas são por dentro.

A diferença entre as calculadoras antigas e as atuais é óbvia. Antes, elas mais pareciam geringonças saídas diretamente de um filme de Jogos Mortais (afinal, você conseguiria encostar em uma dessas sem o medo de perder um dedo?) e pesavam vários quilos, além de chegarem a custar mil dólares.

Hoje, esses aparelhos são feitos de microchips pequenos e leves, e podem ser comprados facilmente por menos de cinco reais. Confira a galeria abaixo, com mais fotos do interior de várias outras calculadoras antigas que fazem parte da coleção de Mark Gluster.