Uma pensionista do vilarejo de Ksani, na Geórgia, foi detida por um crime curioso: acidentalmente, a mulher deixou seu próprio país e também a Armênia sem acesso à internet por várias horas.

O acidente aconteceu no final de março, durante escavações da moradora, que buscava metais na terra, para vendê-los por algum valor na cidade. Segundo Zura Gvenetadzem, porta-voz do ministro do Interior do país, ela se deparou com um cabo de fibra ótica e decidiu cortá-lo para adicionar aos materiais já coletados.

O problema é que a fibra subterrânea rompida era essencial para a conexão através da Geórgia e para a transmissão até a Armênia, que acontece apenas através desses fios. Milhares de pessoas ficaram offline durante horas, até o serviço ser reestabelecido. A responsável pelo problema tem 75 anos e, por causa da idade, deve escapar da pena estipulada em até três anos de prisão por dano de propriedade.

Cupons de desconto TecMundo: