Em anúncio realizado na última segunda-feira (24), o presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, e o ministro brasileiro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, detalharam o andamento do projeto de um cabo submarino que conectará o Brasil à Espanha. Após diversos adiamentos, ele finalmente deverá ficar pronto em 2019.

A Alcatel Submarine Networks (que faz parte do grupo Nokia) foi a fornecedora escolhida para desenvolver o sistema do cabeamento. Ele terá cerca de 9,2 mil quilômetros de extensão ligando a cidade de Santos a Madri, com quatro pares de fibra ótica e capacidade total de 72 Tbps.

O cabo é fruto de uma parceria entre a EulaLink e a Telebras e vai suprir a necessidade de uma rota entre a América do Sul e a Europa, transmitindo dados com segurança e velocidade. De acordo com o presidente Rajoy, "a conexão reduzirá o tempo de transmissão de dados em 40%, e ganharemos em qualidade, disponibilidade e segurança nas comunicações" entre os continentes.

Marcelo Rehder, CCO da EllaLink, explicou que o projeto ainda está na fase de fechamento financeiro, e que serão necessários de três a seis meses para completar essa etapa. Na sequência, a construção levará pelo menos 24 meses. Tudo dando certo, o cabo submarino estará operando em pouco mais de dois anos.

A rota pré estabelecida partirá de São Paulo em direção ao litoral, onde duas fibras seguirão rumo à Europa. As demais fazem uma parada em Fortaleza, onde deverá chegar o ramal que fará a conexão do sistema com as Guianas — um outro projeto que ainda não saiu do papel. O cabeamento também passará pelo Chile, facilitando a comunicação entre o Large Synoptic Survey Telescope e a Europa. A partir da capital cearense, o cabo segue rumo a Portugal, de onde enfim encontra seu destino em Madri.

Outros destinos podem surgir em um futuro próximo, incluido a Ásia no roteiro. Atualmente, o Brasil se conecta com a Europa por meio de somente um cabo submarino construído em 1999, cuja capacidade não sobe muito além dos 20 Gbps. 

...

E se o TecMundo fizesse eventos presenciais para discutir os temas mais interessantes relacionados a tecnologia? Cadastre-se no Tecspot e saiba tudo em primeira mão!

Cupons de desconto TecMundo: