(Fonte da imagem: HDMI Org)

A HDMI Org, companhia responsável por estabelecer padrões e vender licenças para esse tipo de conexão, anunciou na última sexta-feira (8 de julho) a proibição de cabos que se conectam a entradas Mini DisplayPort. Segundo a empresa, tais dispositivos não são licenciados e não deveriam ser disponibilizados aos consumidores.

O problema está no tipo de conexão utilizado por muitas fabricantes, que produzem cabos com uma ponta macho Mini DisplayPort e outra ponta HDMI, também com conexão macho. Segundo a HDMI Org, tais produtos fogem aos padrões estabelecidos pela companhia, e não passaram pelos testes necessários para garantir a qualidade dos sinais enviados.

Caso sem soluções

A notícia deve servir como um verdadeiro banho de água fria nas fabricantes responsáveis pela fabricação dos cabos. Porém, a HDMI Org afirma que não há nada de errado com os produtos cuja ponta HDMI é fêmea, o que permite conectá-los a cabos HDMI devidamente licenciados, servindo basicamente como um prolongamento.

Apesar disso,  a companhia reguladora reconhece a necessidade de dispositivos no mercado, já que uma solução do tipo vai contra os padrões estabelecidos. Dessa forma, fabricantes que insistirem na fabricação de produtos nesse formato correm o risco de perder a certificação obtida.

Cupons de desconto TecMundo: