(Fonte da imagem: Reprodução/Jinghua)

Parece que os zilhões de fios e cabos que ficam atrás de mesas e estantes “criam vidas” ao embolar sozinhos e formar milhares de nós que nem marinheiro consegue desatar. Todos nós reclamamos disso diariamente. Mas já diz o ditado: “numa situação ruim, observe outra pior para se consolar”. E é exatamente isso que existe numa rua de Wuhan, capital da província de Hubei, na China.

Recentemente, foram postadas diversas fotos de becos e ruas do local mostrando cabos de rede se cruzando em nós incontáveis. As imagens surgiram em variados sites de notícias do país.

De acordo com os relatos dos veículos chineses, os cabos são para a internet, embora possa aparentemente haver também cabos de força e de telefone no meio dessa bagunça. Mas os fios Ethernet parecem predominar nos locais que você confere nas fotos ao longo desta notícia.

Ao que parece, alguns moradores buscam encontrar sua própria conexão. Portanto, façamos as contas numa lógica simples: mais habitantes afunilados em inúmeros apartamentos pequenos, de um quarto só, significam mais cabos brotando para fora da janela.

O site Jinghua até fez uma piada com o caso: segundo o veículo, alguns moradores locais dizem que, se alguém cair da sacada ou do terraço, a “teia” de cabos iria amortecer a queda e impedir uma eventual morte iminente. Eles funcionariam como aquela cama elástica usada por bombeiros.

O distrito de Wuhan é um ponto modesto da China. A parte “nobre” da cidade, segundo os relatos, é mais ou menos como você vê nas imagens – sem nada de beleza escultural ou exótica.

Os cabos cuidam dessa parte estética.

Cupons de desconto TecMundo: