O mercado brasileiro continua acusando os golpes do atual cenário econômico. Um novo relatório publicado pelo IDC Brasil mostra que o terceiro trimestre de 2015 apresentou a pior queda dos últimos 10 anos no mercado de PCs. O relatório “IDC Brazil PCs Tracker Q3” revelou que durante o período analisado foram vendidos apenas 1,6 milhão de computadores pelas lojas brasileiras — sendo que 993 mil foram notebooks e 607 mil desktops.

Esse número representa 37% a menos do que no mesmo período do ano passado e, de acordo com o IDC, é o “pior desempenho trimestral em volume de vendas da última década”. Pedro Hagge (analista de pesquisas da IDC Brasil) diz: “O resultado de vendas está de acordo com as nossas projeções e reflete a situação econômica e política do país. E podemos até comemorar que a receita caiu apenas 7% frente ao mesmo período de 2014. Mesmo vendendo menos, o ticket médio ficou em R$ 2.341, o que representa um acréscimo de 49% de um ano para cá.”.

Ele ainda vai além e lembra que o mercado de PCs está mostrando resultados negativos seguidamente desde 2009. “Até aquele ano, o PC era praticamente o único equipamento que permitia acesso à internet. Hoje temos outros dispositivos e a vida útil das máquinas praticamente dobrou”. Os resultados para o quarto trimestre também não devem ser favoráveis. O instituto IDC projeta que as vendas anuais devem cair até 37% e ano que vem isso deve piorar, devido ao fim da Lei do Bem.

Existe salvação para o mercado de PCs? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: