Tudo começou como uma brincadeira no Facebook. Através de um post na rede social feito pela página da Prefeitura de Curitiba, a instituição afirmou que não poderia se casar com nenhum de seus seguidores, por não ser uma pessoa. Mas não tardou para que a Prefeitura do Rio de Janeiro entrasse na brincadeira, pedindo a capital paranaense em casamento – com o direito ao apoio de vários outros municípios e uma hashtag própria.

E assim a situação culminou no que provavelmente é o casamento mais inusitado da história. O evento, como publicado na página de ambas as prefeituras, chega com o nome de “O Casamento Vermelho”. Mas não precisa se preocupar: a brincadeira não vai ser sangrenta da maneira que muitos fãs de Game of Thrones devem estar pensando.

O Casamento Vermelho

Trata-se, na verdade, de um evento beneficente que vai ocorrer em ambas as cidades. A comemoração do “casamento” será feita no Hemobanco, em Curitiba, e no Hemorio, no Rio de Janeiro, no dia 27/09/14, das 8 às 16h; para entrar, basta comparecer aos respectivos bancos de sangue e fazer sua doação de sangue.

Se você mora em outras cidades e quer fazer sua parte, não se preocupe: várias cidades que se voluntariaram como madrinhas e padrinhos do casamento, como Blumenau, Ilhabela, Manaus e São José dos Campos, devem organizar mutirões de doação de sangue. Até mesmo empresas podem fazer sua parte – a Prefeitura de Curitiba, por exemplo, trouxe uma lista de presentes com itens como doar 100 livros para bibliotecas, plantar 321 árvores e muitos outros.

Cupons de desconto TecMundo: