Prefeito da cidade e diretor do Grupo Telefônica marcaram presença na cerimônia de inauguração (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

A última sexta-feira (11) foi um dia agitado para os quase 3 mil habitantes de Águas de São Pedro, pequena cidade localizada a 187 km de São Paulo capital. Muitos se reuniram às 11h em ponto no principal auditório da urbe para conferir de perto uma cerimônia que certamente já entrou para a história do local.

Com iPads e smartphones de última geração, crianças – educadíssimas, por sinal – corriam afoitas de um lado para o outro, concentradas em não deixar nada importante escapar das ágeis câmeras de seus gadgets portáteis.

O Tecmundo também estava ali, presente na inauguração do primeiro centro urbano participante do projeto “Cidades Digitais”, iniciativa idealizada pela Telefônica|Vivo que visa aprimorar a infraestrutura de telecomunicações de cidades brasileiras com o intuito de melhorar a vida dos cidadãos e torná-los mais “conectados” do que eles são atualmente.

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, Águas de São Pedro – que possui o 2º melhor IDH do Brasil e um dos maiores índices de educação pública do país – foi escolhida para sediar um programa-piloto de inauguração do projeto.

Atores fantasiados fizeram a alegria das crianças (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Como assim, cidade digital?

Sua pequena área (5,54 km², segundo menor município de nosso território) foi de grande ajuda para facilitar o trabalho da Telefônica, que substituiu toda a antiga infraestrutura de internet em cabo (anteriormente baseada em fios de cobre e uma única central de distribuição) e alimentar a cidade inteira com fibra ótica, que é distribuída para todos os água-pedrenses através de cinco armários espalhados ao longo da cidade.

Com isso, a operadora conseguiu não apenas agilizar a velocidade da internet geral de Águas de São Pedro (de 10 MB para 25 MB, taxa comprovada em testes pela equipe do Tecmundo) como também impediu que moradores de áreas distantes do centro sofram com sinais mais fracos do que o centro, como ocorria no antigo sistema com cobre.

Antiga rede baseada em cabos de cobre foi completamente substituída por fibra ótica (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

“Outro ponto importante é o fato de que, diferente do cobre, a fibra ótica não possui valor comercial”, aponta Antônio Carlos Valente, atual presidente do Grupo Telefônica. De acordo com o executivo, a companhia sofre com prejuízos altíssimos em São Paulo capital relacionados ao roubo de cabos de internet – atitude criminosa que causa não apenas perdas financeiras, mas também a queda de serviços para clientes e grandes empresas.

Cada armário distribuidor foi protegido em pequenas construções com o intuito de barrar a ação de vândalos – ainda que Águas de São Pedro seja um local com baixas ocorrências de criminalidade. Os equipamentos também são dotados de baterias que garantem seu funcionamento em casos de queda de energia elétrica.

Além disso, a inauguração também marcou a ativação completa de sinal 4G, que agora cobre todos os pontos da cidade e cuja antena localiza-se em complexo que abriga também a central de processamento das redes 2G e 3G.

Sinal 4G também foi ativado na cidade (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Investindo em educação, turismo e saúde

Mas não acaba por aí: a transformação da pequena cidade turística em um conceito inovador vai além de uma infraestrutura avançada. A Telefônica também investiu na área de soluções digitais, usando recursos tecnológicos para ajudar o setor público a automatizar grande parte de seu trabalho. Entre outras ações destacadas pela companhia, chama a atenção sobretudo seus esforços na área de saúde, educação e turismo.

A partir desta semana, a empresa pretende levar tablets e melhorar a conexão WiFi de escolas públicas, oferecendo também um treinamento para capacitar professores e monitores a usufruir melhor de tais novos recursos. Os alunos água-pedrenses também poderão usar livremente o já popular serviço Nuvem de Livros, espécie de marketplace com milhares de livros em formato digital que podem ser livros em dispositivos móveis.

Já na área de turismo, é interessante comentar sobre os pontos de WiFi grátis que serão disponibilizados nos pontos turísticas de Águas de São Pedro, assim como os totens dotados de telas LCD gigantes capazes de oferecer informações variadas para o visitante do local. Também está previsto um aplicativo para smartphones batizado como Perto de Você, que atua como um guia online de restaurantes, bares e outros tipos de comércio que possam ser de grande utilidade para o turista.

Totens com informações turísticas serão espalhados pela cidade (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Serviços para a população

Já os cidadãos serão agraciados com acesso livre à Nuvem do Jornaleiro – serviço semelhante ao Nuvem de Livros, mas que distribui jornais, revistas e folhetins. Profissionais da área da saúde também terão seu trabalho digitalizado: eles poderão gerir seus calendários de consulta através de softwares especiais e oferecer um serviço de call center 24 horas para a população de Águas de São Pedro, que usará tal recurso para sanar dúvidas sobre saúde e lidar com problemas médicos emergenciais.

E, já pensando a longo prazo, a Telefônica promete: a 1ª Cidade Digital do Brasil também terá um esquema de câmeras de segurança interligadas e iluminação inteligente, com postes de luz capazes de regular sua própria intensidade de acordo com a necessidade.

Também está nos planos da companhia implantar sensores em cada vaga de estacionamento de Águas de São Pedro, de forma que você – a partir de um celular ou tablet – possa saber de antemão onde há local para estacionar. Tudo pela internet.

Paulo Ronan e Carlos Valente discursam sobre o projeto (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Um evento que já entrou para a história

Na cerimônia de inauguração, Carlos Valente destacou o pioneirismo histórico de Águas de São Pedro e afirmou estar feliz por participar de mais esse momento histórico para a cidade. Ao lado do prefeito local, Paulo Ronan (PSDB), o executivo faz questão de exaltar que a Telefônica|Vivo destaca-se de outras operadoras por manter um relacionamento mais íntimo com os órgãos públicos, de forma a oferecer serviços e conexões de maior qualidade para a população brasileira.

“Não há quem discorde que a tecnologia virou uma ferramenta imprescindível no mundo moderno. Se bem usada, ela é capaz de melhorar a vida das pessoas em todas as esferas da sociedade, e é isso que queremos implantar em Águas de São Pedro”, afirmou Ronan durante seu discurso. “Sendo a primeira cidade 100% digital, poderemos multiplicar as possibilidades de um convívio melhor, com melhorias concretas no dia a dia de nossos moradores e turistas”.

Como apontou o próprio Carlos Valente, é bem provável que a cidade tenha um aumento vertiginoso no número de turistas ao longo dos próximos meses. E agora fica a pergunta no ar: qual será a próxima localidade escolhida pelo Grupo Telefônica para ser transformado em uma cidade digital?

Cupons de desconto TecMundo: