(Fonte da imagem: Participatório)

O governo brasileiro inaugurou hoje (17/07) o site Participatório (Observatório Participativo da Juventude), portal direcionado aos jovens do país. A rede social nacional foi desenvolvida pela Secretaria Nacional da Juventude em conjunto com universidades federais, como UFRJ e UFPR, para proporcionar integração com outras redes sociais e blogs e informar as pessoas das ações cotidianas do governo do Brasil.

O ministro Gilberto Carvalho afirmou que o ambiente virtual do portal é capaz de ampliar o grau de participação dos jovens e da sociedade em geral no governo do país. Segundo ele, essa ferramenta será bastante importante para que as pessoas possam dar opiniões, criticar, protestar e ter um canal de acesso ágil, direto e moderno com os políticos do Brasil.

Vale lembrar que o site está em fases de testes e que por isso alguns erros podem ocorrer. A versão final será lançada pela presidente Dilma Rousseff após todas as correções do portal. Carvalho diz que esse é um momento inicial para analisar como os testes com o Participatório ocorrerão – se os jovens irão aderir à rede social. Posteriormente, um anúncio maior e mais esclarecedor será feito pelas autoridades.

Uma rede social nacional

Você pode acessar o Participatório pelo seguinte link: www.participatorio.juventude.gov.br (também é permitido se cadastrar utilizando redes sociais como Facebook e Twitter). Apesar de ser direcionado aos jovens, qualquer cidadão pode se cadastrar na rede social, independente da idade. O governo já prevê que outros grupos, que não sejam necessariamente compostos por jovens, irão aderir ao sistema, como integrantes de movimentos sociais, pesquisadores e parlamentares.

Tanto o design como o desenvolvimento do Participatório foram construídos com códigos abertos, fator que facilita o acesso de outros desenvolvedores que desejem ajustar ou ajudar na elaboração do site.

Não há relação com as últimas manifestações?

Segundo Carvalho, o Participatório não foi concebido para responder ou acalmar os manifestantes pelo país, já que o projeto existe há mais de um ano. Tanto que mesmos com os protestos, o site foi lançado pelo governo. O ministro também disse que o portal é uma oportunidade para aproveitar as mobilizações decorrentes da JMJ – Jornada Mundial da Juventude.

Ele ressaltou o fato de que uma plataforma do porte do Participatório não é construída em um mês, porém ao longo de meses. "É claro que ele é oportuno nesse momento pós-mobilizações, mas de maneira alguma foi planejado a partir dessas manifestações", garante o ministro.

Cupons de desconto TecMundo: