Usadas tanto para combinar o local e o horário de manifestações quanto como fonte de notícias, as redes sociais têm ocupado um local importante nos protestos recentes que têm acontecido pelo Brasil. Segundo um levantamento feito pela empresa Scup, o uso desses meios possibilitou que cerca de 79 milhões de pessoas fossem impactadas com informações relacionadas ao que está acontecendo.

“O monitoramento mostra que essas mensagens chegam a todas essas pessoas”, afirmou ao Estadão Eliseu Barreira Junior, gestor de comunicação da consultoria. Essa quantidade leva em consideração o número de pessoas que acompanharam os protestos entre a última quarta-feira (12) e ontem (17), data em que várias cidades registram manifestações semelhantes.

Segundo a Scup, o confronto entre protestantes e policias que ocorreu na última quinta-feira (13) foi o principal motivador para que a maioria das pessoas se interessasse pelos eventos. O levantamento aponta que, durante o período analisado, termos como “Protesto”, “O gigante acordou”, “Vem pra rua” e “Acorda, Brasil” foram aqueles que mais se destacaram nas redes sociais.

Cupons de desconto TecMundo: