Desde o lançamento da tecnologia Blu-ray, o Brasil se acostumou com os altos preços dos discos em alta definição. Com a popularização da mídia e de seus players no país, era de se esperar que os preços caíssem. Isso vem acontecendo aos poucos, mas a novidade do Blu-ray 3D parece não acompanhar a corrente, já que o tipo de mídia vendido no Brasil é um dos mais caros do mundo.

O site Blog do Jotacê, especializado em lançamentos e edições para colecionadores de DVDs e mídias de alta resolução, fez uma comparação entre alguns países, utilizando as mesmas edições de Blu-rays 3D. A diferença entre um filme 3D vendido no Brasil e no Canadá, por exemplo, pode chegar a quase R$ 100.

No site, foram verificadas edições dos filmes "Prometheus", "The Avengers – Os Vingadores" e "Titanic 3D". Todos os discos tiveram preços levantados em grandes lojas online, como Amazon, Submarino e Saraiva. É possível ver que o Blu-ray 3D de Titanic sai pelo valor de R$ 39,67 na Amazon dos Estados Unidos, enquanto, no Brasil, o mesmo filme é vendido pelo valor de R$ 119,90.

Os argumentos de que o imposto cobrado pelas mídias encarece o valor no Brasil e que a tiragem dos discos é menor no país não conseguem justificar um preço tão alto por aqui. Por isso, é importante pesquisar bastante na hora de comprar as novas mídias, antes que você acabe pagando muito por algo que poderia ser adquirido por bem menos.

Cupons de desconto TecMundo: