Durante o evento Code/Mobile, o CEO da BlackBerry, John Chen, disse em entrevista que 2016 será um ano decisivo para a empresa. Dependendo do balanço financeiro na área de hardwares, ele confessou que a BlackBerry poderia abandonar de vez o ramo.

Parafraseando o próprio Chen: “nunca diga nunca” sobre jamais fechar o negócio de aparelhos e se preocupar apenas com a prestação de serviços de segurança para outras plataformas.

Parte do declínio tem sido atribuído por analistas à insistência da companhia em usar software próprio, o que lhe garantiu um lugar de respeito no uso empresarial dos aparelhos, tidos como extremamente seguros. Portanto, levar seu sistema e serviços para aparelhos de outras fabricantes poderia garantir o futuro da empresa.

Apesar da declaração, Chen continua apostando no ramo de hardwares, uma vez que apresentou novamente no palco o smartphone Priv, primeiro produto da linha feito pela empresa a utilizar um sistema operacional de terceiros, neste caso o Android. Desta vez ele não se atrapalhou durante o hands-on.

Cupons de desconto TecMundo: