Uma das pioneiras no campo dos smartphones, a BlackBerry tem enfrentado dificuldades para permanecer relevante há um tempo considerável. Mesmo que seu atual CEO, John Chen, tenha conseguido desacelerar as perdas da companhia, ela ainda preocupa investidores, que não veem nela potencial para atrair novamente a atenção do público.

Nesse contexto, não surge exatamente como uma surpresa a informação de que outras companhias estão cogitando realizar a compra da fabricante de celulares. Segundo informações do site DigiTimes, nomes como Xiaomi, Huawei, Lenovo e Microsoft podem estar interessadas em comprar as propriedades intelectuais da companhia — sendo que a desenvolvedora do Windows chegou até a pedir que companhias de investimento avaliassem um possível acordo de aquisição.

Vale notar que isso não significa necessariamente que a BlackBerry está a venda ou que alguma negociação nesse sentido está acontecendo. O interesse de investidores de peso também pode agir de maneira contrária a esse movimento, servindo ao CEO John Chen como uma prova de que suas decisões são capazes de recolar a companhia nos trilhos.

Cupons de desconto TecMundo: