BlackBerry Q10, um dos modelos da marca com teclado físico. (Fonte da imagem: Divulgação/BlackBerry)

Durante a CES 2014, em entrevistas para os sites Bloomberg e Re/code, o novo CEO da BlackBerry, John Chen, revelou os planos da companhia para recuperar a sua vitalidade financeira.

Basicamente, a empresa deve retomar algumas posturas e características das suas “raízes”. Primeiramente, de acordo com o chefão da BlackBerry, a companhia deve voltar a investir com mais afinco nos mercados corporativo e governamental — nichos com os quais a marca se consolidou como uma gigante da tecnologia.

Uma das primeiras iniciativas para isso, como contou Chen, é a adoção de teclados físicos em muitos dos futuros smartphones da empresa, um recurso comum dos seus produtos até pouco tempo atrás quando ela lançou os modelos Z10 e Z30.

Para o executivo, os “consumidores corporativos” ainda valorizarem uma experiência mais rápida e tátil de digitação. “Eu, pessoalmente, adoro os teclados. Assim, você verá a BlackBerry produzir teclados daqui pra frente. Eu não usaria a palavra exclusivamente, mas predominantemente”, disse John Chen.

Cupons de desconto TecMundo: