BlackBerry publica uma carta dizendo que ainda está na ativa

1 min de leitura
Imagem de: BlackBerry publica uma carta dizendo que ainda está na ativa
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Reprodução/TheNextWeb)

A situação da BlackBerry não é segredo para ninguém, afinal de contas quase todo mundo sabe que a companhia passa por um um momento delicado e está concentrando as suas apostas em um novo CEO — saiba um pouco mais sobre o assunto clicando aqui. Dessa maneira, há quem afirme que a empresa “morreu” (ou seja, está beirando a falência).

Acontece que a própria BlackBerry publicou uma carta aberta para os seus funcionários e parceiros para negar rumores como o descrito anteriormente — eles foram caracterizados como um exagero de concorrentes. A mensagem principal é a de que a companhia não vai ser vendida e vai receber um investimento financeiro da FairFax Financial, de maneira que eles estão “bem vivos, obrigado”.

O pronunciamento também reforçou uma das características que são o orgulho da BlackBerry: a segurança. A carta deixa claro que a empresa continua sendo certificada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos e que os seus aparelhos são a solução de governos e grandes instituições que desejam dispositivos seguros.

Planos de melhorar e voltar ao que era

Além de tudo isso, entre os pontos citados pelo comunicado está o fato de que a BlackBerry pretende voltar às suas raízes — algo que pode ser muito bom, principalmente para os consumidores. Outra afirmação importante é a de que a companhia não é uma startup que precisa de dinheiro todo ano para continuar funcionando, já que ela tem um público consumidor bastante grande e dinheiro em caixa.

Depois dessas explicações, o CEO da companhia canadense, John S. Chen, alegou que a BlackBerry está realmente concentrada em desenvolver dispositivos, assim como a sua plataforma mobile tem um longo tempo de vida — e a empresa vai estar aberta para se comunicar com seus parceiros para trabalhar da melhor forma possível.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
BlackBerry publica uma carta dizendo que ainda está na ativa