O Z10 teria sido o vilão da BlackBerry. (Fonte da imagem: Reprodução/BlackBerry)

A situação está feia para a BlackBerry e o poço parece cada vez mais fundo para a fabricante. O relatório financeiro da empresa sobre os últimos três meses de atividade foi divulgado nesta sexta-feira (27) e traz números tão ruins quanto o esperado.

Para começar, a renda registrada no perído de junho a 31 agosto de 2013 foi de aproximadamente US$ 1,6 bilhão (cerca de R$ 3,4 bilhões), uma queda de 49% em relação ao quadrimestre anterior, em que o valor era de US$ 3,1 bilhões (aproximadamente R$ 6,3 bilhões). O total de vendas foi de 3,7 milhões de unidades, quase a metade do que foi atingido no começo do ano.

Os custos operacionais foram de US$ 965 milhões (cerca de R$ 2,1 bilhões), o que significa um desconto de US$ 1,84 por ação. O fundo de reserva da companhia também está decaindo, sem reposição por causa da falta de lucro.

O que aconteceu?

A empresa culpa o hardware pela maior parte dos gastos, especialmente o Z10, que foi um fracasso nas vendas. Como os aparelhos mais recentes da empresa ainda não entraram totalmente no relatório, é possível que os números do próximo quadrimestre sejam menos apocalípticos.

Talvez o único número positivo seja a quantidade de aparelhos com o Blackberry Enterprise Service 10: o total subiu de 19 mil para 25 mil ativações.

Cupons de desconto TecMundo: