BlackBerry Q10 (Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Com o Windows Phone assumindo o terceiro lugar no ranking de sistemas operacionais móveis mais utilizados no mundo, a BlackBerry se viu em uma situação um tanto incômoda. Como apostar no futuro, que parece incerto, já que os seus produtos nunca tiveram grande aceitação fora dos Estados Unidos? Para Bert Nordberg, a solução é diminuir as expectativas da empresa.

Nordberg, ex-CEO da Sony Mobile e atual membro da diretoria da BlackBerry, afirmou em uma entrevista ao Wall Street Journal que a empresa tem condições de sobreviver e prosperar se começar a trabalhar como uma companhia de nicho. Segundo o executivo, a BlackBerry pode agradar a um número pequeno de consumidores, mas sempre teve grandes ambições, como competir com a Samsung, Apple e Google, o que é bem difícil. Isso deve mudar caso os executivos queiram alterar a situação atual.

Para Nordberg, a BlackBerry talvez nunca consiga competir da maneira que deseja no mercado de smartphones, mas existem outras opções para evitar que a empresa passe por dificuldades. Para ler a entrevista do executivo ao Wall Street Journal, clique aqui (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: