Quando anunciou que encerraria a produção de smartphones por conta própria, a BlackBerry deixou claro que iria terceirizar essa parte do trabalho para outras fabricantes e focar no que a empresa sempre fez muito bem: soluções de software para governos e empresas. Nesta terça-feira, ela revelou o DTEK60, primeiro smartphone lançado depois do anúncio.

O aparelho tem todas as configurações esperadas de um celular atual, com tela quad HD de 5,5 polegadas, bordas de metal, chip Snapdragon 820 e uma câmera de 21 megapixels. A bateria de 3000mAh com carregamento rápido deve ser suficiente para até 24 horas de uso moderado, de acordo com a empresa.

Mas o destaque fica mesmo na parte de software. O DTEK60 está sendo lançado com o Android 6.0 Marshmallow – a BlackBerry diz estar trabalhando com a Google na atualização para o 7.0 Nougat – e vem cheio das opções de segurança que são marca da empresa.

Além da suíte de aplicativos da BlackBerry, que inclui o Hub e o Calendário, a companhia utiliza o Hardware Root of Trust, que adiciona chaves de segurança aos chipsets para impedir invasões. Este também é o primeiro smartphone BlackBerry com o novo sensor de digitais da empresa.

O DTEK60 marca a transição definitiva da BlackBerry para uma empresa de software. No próprio anúncio, ela afirma que o próximos lançamentos licenciados devem expandir as opções de aparelhos da companhia para uma audiência global.

Assim como aconteceu com o DTEK50, lançado no início do ano, o novo smartphone estará disponível para venda no site oficial da BlackBerry por US$ 499, mas o foco vai ficar mesmo nas empresas e órgãos governamentais que têm contratos para adquirir os aparelhos.

Cupons de desconto TecMundo: