"Se beber, não dirija" não vale só para carros, caminhões e motos. As batidas policiais que visam motoristas com altíssima taxa de álcool no sangue — superbêbados — também estão em busca de condutores inconsequentes de outros meios de transporte. Na Noruega, que tem um policiamento rígido, a situação tomou ares bizarros: um sujeito foi detido pelos guardas locais por estar visivelmente alterado no comando de um Segway.

O sujeito, que não teve o nome divulgado, estava em uma área central de Oslo e foi denunciado pelos pedestres que passavam pela região por "estranho comportamento" e "não conseguir manter o controle do veículo". A polícia foi chamada e fez a detenção, preocupada com esse possível novo comportamento dos bêbados noruegueses.

Esse é o primeiro caso de "condução perigosa" em toda a Noruega envolvendo o meio de transporte — o Segway foi liberado para circular por lá há um mês após muita discussão, já que o departamento local de trânsito considera que o equipamento, capaz de atingir 20 km/h, deveria ser classificado como um "ciclomotor" (assim como as bicicletas elétricas).

"Eu realmente espero que não estejamos arriscando ter muitos motoristas bêbados em veículos de duas rodas. Eles devem ser tratados como os condutores de qualquer outro veículo quando o assunto é a quantidade de álcool no sangue", disse o chefe da polícia de trânsito de Olso, Finn Erik Goenliveien. Apesar de não existirem dúvidas sobre o estado do homem, o resultado do exame de sangue que vai comprovar que ele estava alcoolizado ainda não foi obtido.

Cupons de desconto TecMundo: