A Advertising Standards Authority (ASA), agência reguladora de propaganda na Grã-Bretanha, advertiu um site de encontros para vegetarianos porque a maioria dos usuários cadastrados come carne.

O VeggieDates funciona como um mecanismo para que pessoas vegetarianas se conheçam. Assim que a página principal do serviço é aberta, o visitante pode conferir frases como “Conheça homens e mulheres vegetarianos solteiros procurando amor na Grã-Bretanha” e “Encontre homens e mulheres para encontros online, todos procurando relacionamentos com outros vegetarianos”.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/VeggieDates)

De acordo com publicação do jornal Mail Online, apesar de admitir que a base de dados utilizada é compartilhada entre diversos serviços de relacionamentos, tendo como maioria de usuários pessoas que comem carne, a empresa responsável pelo site alega que em nenhum momento usou a palavra “apenas” para definir o VeggieDates como exclusivo para vegetarianos.

Em resposta, a ASA contrariou o argumento: “Apesar de reconhecermos que o website não afirmou ser apenas para vegetarianos e vegans, consideramos que ele era claramente focado em vegetarianos e vegans, com referências a vegetarianos por toda parte”.

Os criadores do VeggieDates disseram que, ao lançar o serviço, pretendiam adicionar um filtro pelo qual os usuários pudessem contatar apenas vegetarianos. Porém, o mecanismo mostrou-se inviável. A Advertising Standards Authority quer que o site não se promova explicitando ser voltado para “vegans”.

Após receber a advertência, o serviço mudou algumas partes dos textos veiculados, como a chamada principal para “pessoas solteiras que levam uma vida saudável”. Contudo, o nome do site, que significa “encontros vegetarianos”, não deve ser alterado.

Cupons de desconto TecMundo: