Um homem chinês da cidade de Weifang protagonizou uma história bem curiosa na última semana. Alguns meses atrás, ele participou de uma dança de rua em sua cidade e percebeu que outras pessoas estavam filmando e rindo dele.

Ele estava com medo de sofrer bullying na internet, pois as danças  de rua na China são eventos que reúnem mulheres de mais idade, quase nunca com homens envolvidos. Por isso algum tempo depois decidiu agir....

E qual foi a decisão que ele tomou para impedir que as fotos fossem disseminadas? "Destruir a internet!" foi a melhor resposta que ele encontrou naquele momento.

Por isso, em junho o homem foi até o armário de distribuição local e começou a quebrar as estruturas de internet. Isso incluiu o rompimento de cabos ópticos e danos aos equipamentos do local. De acordo com fontes chinesas, a intenção do homem era literalmente destruir a internet para impedir que as fotos ficassem populares.

Somente no dia 19  de agosto a polícia conseguiu encontrar o agressor. É claro que ele não conseguiu concluir a missão — talvez se ele quebrasse mais uns milhares de equipamentos iguais, backbones, servidores e cabos submarinos, não é mesmo?

Mesmo assim, a polícia local afirma que os prejuízos causados pelo destruidor giram em torno de US$ 15 mil (R$ 48 mil). Vale dizer que as fotos e os vídeos ainda não foram localizados pela imprensa chinesa.

Cupons de desconto TecMundo: