Depois de realizar dois loops completos em um voo realizado em 2010, Yves Rossy, de 51 anos, completou mais uma façanha. Mais conhecido como "Jetman" (por razões óbvias), o aventureiro sobrevoou o Grand Canyon, localizado no estado do Arizona, a menos de 200 pés (60 metros) de sua “borda”.

Rossy saltou a aproximadamente 2440 metros acima da parte mais alta do Grand Canyon. Logo após sair do helicóptero, o aventureiro ativou os quatro motores presentes em suas asas e conseguiu se estabilizar, realizando um voo perfeito por quase 10 minutos, a uma velocidade de 190 mph (milhas por hora), o equivalente a pouco mais de 300 km/h.

A aparelhagem utilizada

O voo foi feito com as asas que o próprio Rossy construiu, as quais são menores do que as utilizadas por ele no primeiro salto, em 2006. O novo protótipo foi realizado em parceria com a RUAG Company e conta com uma aerodinâmica melhor, tornando-o bem mais estável.

O Jetman sobrevoando o Grand Canyon

Quatro motores presos às asas são responsáveis pela estabilização do “Jetman” durante o voo e também ajudam a fazer com o que o aventureiro ganhe velocidade. Depois de curtir a paisagem e fazer algumas manobras, Rossy aciona um paraquedas para que possa aterrissar sem problemas.

Quem é Rossy?

Com 51 anos de idade, Yves Rossy foi a primeira pessoa a voar sem estar em um avião, balão ou qualquer outro veículo do gênero. Com asas projetadas e construídas por ele mesmo, o "Jetman" deu seu primeiro salto e voo pela primeira vez, em 2006. Foi um grande passo rumo à fama e à liberdade!

Cupons de desconto TecMundo: