De acordo com o Quartz, site especializado em notícias econômicas, o Bitcoin foi, até agora, o pior investimento em 2014, com desvalorização de 52% em relação ao dólar norte-americano, atrás do rublo russo e do petróleo do tipo Brent.

Isso foi uma má notícia para quem quis ganhar dinheiro com a moeda virtual, mas, para quem está interessado na tecnologia inovadora por trás do Bitcoin, o que importa é que o valor se estabilize. Assim, ele se tornará mais amigável para comerciantes e consumidores que queiram adotá-lo, escreveu Ben Popper, do The Verge.

Ao longo de 2014, o valor da moeda tem oscilado bem menos que nos anos anteriores. "O Bitcoin, na mente de muitas pessoas inteligentes, não é uma moeda, mas um protocolo, como o TCP/IP, o alicerce da internet", disse Popper.

"Ele permite um tipo totalmente novo de interação, um mecanismo que é ao mesmo tempo centralizado e descentralizado, uma plataforma que é completamente anônima e ainda assim muito rica em confiança", continua. Aparentemente, mais pessoas vêm pensando assim, e o número de transações aumentou pouco a pouco em 2014.

Cupons de desconto TecMundo: