A natureza obscura que gira em torno dos bitcoins não agrada a todos, nem mesmo China. Agora, as autoridades do banco central do país baniram todo e qualquer sistema de pagamento que utilize algum tipo de moeda virtual. Mas isso vale apenas para os bancos; os usuários que utilizam os bitcoins rotineiramente podem continuar efetuando transações com a moeda.

Uma declaração do banco central chinês sugeriu que os bitcoins são "bens virtuais, não têm status legal ou dinheiro monetário equivalente e não devem ser utilizados como uma moeda. As pessoas físicas continuam livres para participar dessas transações por sua própria conta e risco", afirmou a entidade em declaração.

O anúncio não passou batido e teve um ligeiro impacto no setor comercial chinês para a moeda. Após o banimento, o valor do bitcoin teria caído em 20% em relação à cotação anterior e ficado abaixo dos US$ 1 mil.

O operador cambial BTC observa que a China tem sido um dos maiores mercados de bitcoins neste ano. Peter Pak, executivo que atua com segurança em transações, sugeriu que o crescimento é significativo e ocorre de forma organizada.

“A escala do mercado de bitcoin não é grande o suficiente a ponto de impactar o sistema financeiro da China, mas o crescimento tem sido muito forte. Os reguladores [do mercado cambial] podem estar preocupados com o fato de que isso possa sair do controle no período de um a dois anos se eles não fizerem nada”, afirmou o executivo ao site Bloomberg.

E você, o que acha dos Bitcoins?

Cupons de desconto TecMundo: