Uma mulher, que era mantida em cativeiro desde quarta-feira passada (26), foi resgatada no sábado (29) pela Divisão de Roubos e Antissequestro (DRAS/DEIC) da Polícia Civil. No caso, a moça foi vítima de extorsão mediante sequestro em Florianópolis (SC) e foi encontrada na Zona Leste de São Paulo (SP), no bairro Cangaíba.

Foi pedido o valor de R$ 115 milhões em moedas virtuais

De acordo com o delegado responsável, Anselmo Cruz, a vítima de 32 anos foi sequestrada na Lagoa da Conceição, Florianópolis, por seis pessoas. Depois, ela foi levada de carro até a cidade de São Paulo. Neste tempo, foram realizados diversos contatos com o marido da vítima.

"Inicialmente, exigindo um resgate no valor de R$ 115 milhões, que fossem pagos em moedas virtuais", disse o delegado Anselmo Cruz. Segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, a vítima "trabalha no mercado financeiro digital, do tipo bitcoins, z-cash e monero, e esse tipo de pagamento pode ser enviado para qualquer local do planeta, com grandes dificuldades para ser rastreado".

  • Para saber mais detalhes sobre as moedas virtuais, clique aqui

As autoridades de Santa Catarina realizaram um trabalho conjunto com a Polícia Civil de São Paulo e tiveram sucesso em resgatar a vítima com boas condições de saúde e sem pagar o resgate. "As investigações prosseguem para identificar os demais envolvidos", comentou Cruz.

O Bitcoin oferece anonimato aos usuários

Em coletiva para imprensa, o delegado ainda comentou que existem "indícios fortes de participação de facção criminosa fora do Estado, caso de SP, com até 20 pessoas envolvidas, por trás dessa ação criminosa. É uma quadrilha baseada em SP, que escolheu essa vítima e vieram até aqui para executar esse crime”.

A escolha das moedas virtuais como pagamento tem um motivo mais fácil de descobrir: "O pagamento seria instantâneo, onde os criminosos não precisariam se deslocar para receber o dinheiro ou levar em mãos. E envolvendo tecnologia, tem toda uma máscara digital, que faz com que não seja rastreado. É uma parte do crime que desaparece".

Chegada ao cativeiro

Cupons de desconto TecMundo: