No lugar de tomar uma pílula todos os dias, não seria melhor se as mulheres precisassem tomar apenas uma que funcionasse por 16 anos? Esta é a premissa de um projeto financiado pela Gates Foundation, que procura encontrar jeitos inovadores de resolver problemas com o corpo humano. Uma capsula inteligente poderia soltar determinada droga (remédio ou composto químico) ao longo de anos sendo controlado remotamente por médicos profissionais, que, por sua vez, poderiam regular a dose, interromper o tratamento e fazer outras alterações de acordo com o necessário.

A coisa mais imediata que está sendo pensada hoje em dia pelos projetistas é como substituir a pílula anticoncepcional. A Fundação acredita ser possível criar um hormônio contraceptivo que seria solto automaticamente no sangue da usuária, durando por dezesseis anos ou até ser desligada por um sinal wireless.

O projeto planeja começar os seus testes em 2015, para lançar o produto ao mercado até o ano de 2018. Ainda existem várias questões a serem resolvidas, como o perigo destas pílulas serem hackeadas e que isso poderia ser um ataque poderoso a uma pessoa sem a segurança apropriada. A questão ainda deve passar por muito planejamento até que possa ser efetivamente testada em pessoas.

Cupons de desconto TecMundo: