(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

A Google parece intocável em sua posição suprema nas buscas, mas a Microsoft não vê a rival tão à frente e fala sobre os planos do ecossistema do Bing. Semana passada, Qi Lu, chefe do Microsoft Bing, falou no TechForum sobre os futuros planos de “converter a tecnologia do Bing para uma plataforma de informações”.

Quando questionado sobre os serviços da empresa rival, Lu disse que “a forma como os humanos expressam seus interesses ou necessidades vai muito além de buscas na web com palavras-chave”. Para a Microsoft, a batalha vai acontecer para ver quem consegue servir o usuário de maneira mais rápida e antecipada.

Os planos da plataforma Bing são algo para longo prazo, recursos que devem aparecer nas próximas atualizações do Windows 8 e do novo Xbox. Conforme a notícia do The Verge, o ecossistema da Microsoft permitirá ao consumidor conversar com o dispositivo e interagir de forma natural.

A batalha está apenas começando

Durante o TechForum, Adam Sohn, executivo da Microsoft, comentou que a empresa tem pessoas muito inteligentes trabalhando em grandes problemas. Ele ainda disse que a companhia respeita muito a Google, mas notou que há uma diferença entre as duas: “97% do lucro deles vêm de propaganda. Eu acho que 97% do nosso (lucro) não vêm disso”. Com essa afirmação, Sohn quis dizer que a Microsoft pode ser mais agressiva e se arriscar para integrar o Bing.

(Fonte da imagem: Reprodução/Bing)

Quando questionado sobre uma assistente digitial, à la Siri, Adam Sohn disse que não há dúvidas de que isto está nos planos. “Ultimamente temos feito nosso trabalho corretamente, nós vamos ser uma das razões pelas quais as pessoas querem comprar dispositivos com Windows”, afirma Sohn. Ele finaliza dizendo que “a batalha está apenas começando”.

Cupons de desconto TecMundo: