(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Dois iates que pertenciam à comitiva do fundador da Microsoft foram detidos pela Polícia Federal em Manaus (AM) na sexta-feira passada (15). A tripulação portava documento de turista, sendo que para as atividades que aqui realizavam era necessário possuir Visto de Temporário II.

Os sete tripulantes norte-americanos, que não portavam documentação legal, foram autuados e notificados para deixar o país em três dias. Bill Gates, que está no Brasil desde 9 de abril, não estava em nenhuma das embarcações. Os iates foram liberados no domingo. Enquanto isso, Bill Gates deve continuar no Brasil para uma viagem pela Bacia Amazônica.