Aposentado da Microsoft, Bill Gates tem dedicado os seus dias a trabalhar em prol de causas humanitárias à frente da Fundação Bill e Melinda Gates. Entre os muitos projetos que o executivo apoia um deles, revelado nesta semana pelo Technology Review, chamou a atenção pelo propósito peculiar.

A Faculdade Imperial de Londres, em conjunto com a Universidade de Dunham e a Universidade de Manchester estão desenvolvendo um trabalho de pesquisa que visa transformar matéria fecal em energia.

As instituições estão trabalhando em um protótipo de vaso sanitário capaz de capturar nanobacterias e nanopartículas metálicas das fezes, podendo utilizá-las de imediato ou guardá-las para uso posterior. Segundo os estudiosos, além de energia será possível extrair também água potável a partir dos dejetos.

Detalhes do projeto revelam ainda que ele poderá no futuro capturar outras partículas diferenciadas, como metano e eletrólitos para energia ou amônia para fertilizantes. O vídeo acima ilustra quais são os principais pontos do desenvolvimento da pesquisa.

Cupons de desconto TecMundo: