Seja via um amigo de um amigo seu ou até pelo vendedor da loja, você com certeza já ouviu várias “superstições” sobre a bateria do seu celular. Elas variam bastante: há dicas que mostram como fazer para que elas durem mais e algumas histórias sobre sobrecargas e até riscos de explosões.

Porém, até que ponto isso é verdade? Várias dessas histórias são de uma época em que as baterias eram bem diferentes, até em materiais de composição — ou sempre foram lenda urbana mesmo. Uma de que não tratamos aqui é o número em mAh, que não é o único fator determinante do tempo de vida útil de uma carga. Clique aqui para saber mais sobre isso.

No vídeo acima e na lista abaixo, selecionamos alguns desses mitos e acabamos com os segredos por trás da carga e do consumo de energia do seu smartphone.

1. Primeira carga

Não, um celular que você acabou de comprar e tirar da caixa não precisa ser carregado até o fim antes do primeiro uso. Esse mito só impede você de aproveitar o aparelho, porque o argumento de que a bateria precisa ser calibrada não vale nos modelos atuais. Só desconfie se a carga estiver muito baixa.

2. Colocar no congelador

Acredite, tem gente que dizia que colocar a bateria no congelador aumentava em alguns minutos o tempo de duração. Esse é um mito de modelos antigos: o desempenho das baterias de íon-lítio piora tanto em temperaturas muito altas quanto em muito baixas. O ideal é deixá-la em temperatura ambiente.

3. A noite inteira

Esse também é famoso. Não, carregar o smartphone durante toda a noite e só tirá-lo da tomada de manhã não vai descarregá-lo depois ou “viciar” a bateria. Telefones atuais são mais inteligentes do que você pensa e param a recarga quando ela chega ao fim, tudo isso sem sobrecarregar a fonte ou acabar com o desempenho dela.

4. Do zero ao cem

Outra informação que você já deve ter ouvido em algum lugar é que o smartphone precisa chegar em zero de carga e ser carregado sempre até 100%. Isso é um mito: é melhor fazer pequenas recargas e deixar o aparelho entre 40% e 80%. Vale lembrar que, a cada vez que a bateria é totalmente descarregada, ela perde um dos ciclos de carga.

5. Nunca desligue o celular

Vamos por partes: se você deixar o seu smartphone desligado por muito tempo e ele ainda tiver um pouco de energia, claro que a bateria será drenada. Mas só reiniciar ou desligar e ligá-lo em seguida não vai causar grandes danos. Muito pelo contrário: uma reinicialização volta e meia pode até ajudar a restaurar a funcionalidade da bateria.

6. Uso durante a recarga

Com pressa e só 1% de bateria livre? Calma, você pode usar tranquilamente o celular durante a recarga, até com ele ligado na tomada. Isso pode fazer com que o processo demore um pouco mais, mas ele é totalmente seguro. Existe uma exceção — e você vai conhecê-la no item a seguir.

7. Carregadores explodem. Ou não?

Aqueles relatos malucos de smartphones que pegam fogo ou explodem na recarga são raros, mas existem. Porém, isso só deve acontecer ao usar um carregador-pirata, de fabricante bem duvidosa, que não é licenciada ou reconhecida pela marca do smartphone. Os modelos comprados em lojas de eletrônicos com selos de aprovação não devem causar danos.

Que mito sobre baterias você sempre acreditou que fosse verdade? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: