Uma tecnologia vinda do Chile pode ser uma alternativa curiosa para a recarga de dispositivos eletrônicos: com ela, em vez de ir atrás de uma tomada, você precisa procurar uma planta.

Trata-se do projeto E-Kaia, que começou como um trabalho universitário de três amigas e se transformou em uma startup que já acumula prêmios mesmo sem o produto no mercado.

O E-Kaia captura energia de plantas utilizando uma "placa de biocircuitos" e só precisa ser "enterrado" em um local de cultivo de uma planta bem cuidada. Aparentemente, o sistema recupera energia restante da fotossíntese e é capaz de fornecer 5 volts a 0.6 ampere.

O grupo afirma que a planta também não apresentou problemas de crescimento ou atraiu fungos e pragas. Gadgets e LEDs de baixo consumo podem receber a energia, embora a velocidade de recarga não tenha sido divulgada.

Futuro garantido

A tecnologia já ganhou do governo chileno o Premio Nacional Avonni a la Innovacion e participou da fase final do The International Business Model Competition, um dos mais concorridos concursos de modelos de negócios de todo o mundo.

Por enquanto, o E-Kaia está em fase de pesquisas e não é vendido comercialmente. Carolina Guerrero, Camila Rupcich e Evelyn Aravena não revelam mais detalhes técnicos da tecnologia justamente porque ela está em processo de registro de patente. Quando os direitos de propriedade intelectual forem confirmados, é possível que o processo seja divulgado.

Cupons de desconto TecMundo: