(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Cansado de ter que recarregar seu tablet ou smartphone uma vez por dia ou até mais do que isso? A fabricante japonesa Shin-Estu Chemical divulgou nesta quarta-feira (31) que está pesquisando um novo material que pode revolucionar a bateria de dispositivos móveis.

Os testes desenvolvidos pela empresa apontam que usar silício no lugar do carbono na composição de baterias de íon-lítio pode fazer com que ela dure dez vezes mais. A tecnologia poderia ser usada também em fontes de energia de carros elétricos.

Mas os pesquisadores esbarram em um problema: substituir as partes de carbono pelo novo material faria com que o custo de fabricação do componente (e do aparelho em si) ficasse mais caro. Você estaria disposto a pagar um pouco mais por uma bateria mais durável?

Cupons de desconto TecMundo: