(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

O lítio é utilizado na composição de baterias das mais diversas baterias de eletrônicos, mas ele pode estar com os dias contados: cientistas da Universidade de Tóquio estão trabalhando para desenvolver fontes de energia que funcionam com um material bem abundante na natureza: o sódio.

Mas isso não é tão fácil. Segundo o Arstechnica, para criar baterias que tenham uma qualidade comparável às atuais, é necessário produzir um eletrodo totalmente novo para atuar na liberação de carga do sódio, que é bem menos recomendado que o lítio para funcionar como bateria por não liberar tanta energia quando perde elétrons. Ainda assim, trata-se de uma alternativa mais barato e abundante.

Mas, de acordo com o TheVerge, a equipe ainda esbarra em algumas limitações técnicas da nova composição: a energia gerada por um desses objetos no início da produção seria o equivalente a duas pilhas AA. Além disso, depois de 30 ciclos de recarga, a durabilidade costuma cair consideravelmente. A estimativa para o uso de baterias de sódio no mercado é de dez anos ou mais.

Cupons de desconto TecMundo: