Qual é a maior necessidade do usuário de smartphone? Energia suficiente para ficar o maior número de horas possível longe da tomada. Agora, cientistas da Canadian Light Source estão trabalhando em novas alternativas para substituir as baterias de íons de lítio — e parece que estão tendo sucesso nessa tarefa.

A alternativa em questão é o lítio-enxofre (Li-S), que pode armazenar até quatro vez mais energia por unidade de massa. Isso é possível pois o Li-S é mais durável e não esquenta tanto como as baterias atuais — assim, o ciclo de uso é maior.

Para combater os riscos de explosão e vazamento, os pesquisadores também criaram uma técnica de revestimento chamada deposição de camada molecular (MLD). Assim, as baterias podem trabalhar em alta temperatura sem riscos para os usuários.

"Demonstramos que o revestimento de MLD oferece uma abordagem segura e versátil para baterias de lítio-enxofre e temperaturas elevadas", declarou Andy Xueliang Sun, cientista envolvido no projeto. Nos testes, as baterias Li-S tiveram um melhor desempenho em temperaturas de até 55 °C.

Para mais informações, você pode acessar o estudo aqui.

Cupons de desconto TecMundo: