Novas regras de conexão incomodaram operadoras

O diretor de regulamentação da empresa de telefonia Oi, Paulo Mattos, apresentou críticas severas à Anatel no III Seminário de Infraestrutura da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP). Segundo Paulo Mattos, as novas exigências da Anatel são irracionais e exigirão uma série de investimentos que serão repassados aos consumidores.

O grande motivador de tais queixas foi o anúncio da Anatel a respeito da regulamentação dos quesitos de qualidade, para as empresas de telecomunicação que oferecem serviços de banda larga. Segundo o secretário executivo do Minicom, Cezar Alvarez, a partir de agora as operadoras serão obrigadas a entregar toda a qualidade do serviço que venderem ao consumidor.

Ainda de acordo com Cezar Alvarez, as empresas de telefonia precisam fornecer o que vendem e não prometer 10 Mbits e implementar uma conexão de 1 Mbit. O secretário executivo ainda mencionou que tais práticas das operadoras são um verdadeiro “pacto de mediocridade”. Ele disse que não é possível parar de planejar o presente para contemplar o futuro, mas sim ambos precisam coexistir.

Cupons de desconto TecMundo: