A gigante chinesa Baidu já havia anunciado a existência de um concorrente para o Google Glass, mas só nesta semana, durante um evento da empresa, foi possível conhecer e testar pela primeira vez o Baidu Eye.

Esses óculos inteligentes, na verdade, não são bem óculos: o Baidu Eye não conta com uma tela ou lente na frente dos olhos, apresentando somente uma câmera. Como substituto, ele analisa o ambiente ao redor da pessoa e envia informações para o smartphone do usuário.

Por conta dessa "visão especial", comandos de voz e gestos podem ser efetuados e capturados pela câmera, como dar zoom, circular um objeto no campo de visão com o dedo e até identificar plantas ou produtos. Ao fazer isso, o sistema lê o movimento e até direciona o usuário para sites de compra ou devolve informações por meio do fone de ouvido do Baidu Eye. Até agora, essa segunda função funciona com bolsas e roupas.

"Descobrimos que telas prejudicam a visão e cansam os olhos. No lugar, substituímos por um app de smartphone (ou tablet e outros dispositivos) para que você receba dados na sua tela, que é mais fácil e maior de navegar que um display pequeno e acoplado na cabeça. Ele também usa menos energia e a bateria dura bem mais. O design é leve na frente e, claro, pessoas que usam óculos podem utilizá-lo facilmente", explica o diretor comercial da Baidu, Kaiser Kuo, em entrevista ao site Tech in Asia.

Por enquanto, o aparelho está na versão de protótipo e não há previsão para lançamento.

Cupons de desconto TecMundo: