O que você faria se uma pequena explosão acabasse abrindo um buraco na lateral do avião em que você está em pleno voo e o piloto de 64 anos tivesse que realizar um pouso de emergência? Para ao menos um dos passageiros do Airbus A321 da Daallo Airlines que passou por essa situação na última terça-feira (2), a resposta é simplesmente pegar o celular e gravar esse momento para a posteridade.

Depois de levantar voo do aeroporto de Mogadíscio, capital da Somália, e atingir a altitude aproximada de 10 mil pés (cerca de 3 km), o avião registrado com o código de matrícula SX-BHS sofreu com uma explosão de origem misteriosa. O acontecimento deu origem a um buraco de tamanho considerável – grande o suficiente para que uma pessoa pudesse passar sem dificuldades – e levou o piloto Vladimir Vodopivec a voltar imediatamente para o aeroporto.

Embora tenha conseguido aterrissar com sucesso, o avião chegou ao solo com seu lado direito em chamas. Depois de extinguir o fogo, os bombeiros presentes no local encaminharam duas pessoas feridas para o hospital mais próximo. Falando com a Associated Press, autoridades da Somália confirmaram que nenhum passageiro faleceu após o pouso, mas boatos veiculados pela imprensa local falam que o cadáver de um homem ejetado teria sido encontrado na região.

No vídeo gravado por um passageiro – que você pode conferir mais acima –, não é possível ver o momento da explosão. No entanto, podemos acompanhar enquanto algumas das pessoas que estavam na aeronave calmamente se dirigem para o fundo do veículo enquanto as máscaras de oxigênio penduradas balançam e todos se preparam para o procedimento emergencial de aterrissagem.

Atentado ou defeito?

Até o momento, a causa da explosão ainda não foi determinada, mas boatos indicam que o incidente pode ter sido iniciado por uma bomba. Em perfil pessoal no Facebook, o embaixador da Somália na ONU, Awale Kullane, que estava dentro do avião, disse ter ouvido um barulho alto seguido por uma grande quantidade de fumaça, que se dispersou depois de alguns segundos. A postagem, no entanto, já foi deletada.

Segundo especialistas, a explosão no voo pode ter sido provocada tanto por uma falha de pressurização quanto por um artefato explosivo. O capitão Vodopivec, no entanto, afirma abertamente acreditar que a causa do incidente foi uma bomba. “Por sorte, os controles de voo não foram danificados, então eu pude voltar e pousar no aeroporto. Algo assim nunca tinha acontecido na minha carreira toda”, afirmou o piloto.

Você conseguiria se manter calmo se uma explosão abrisse um buraco no avião em que você está durante pleno voo? Comente no Fórum do TecMundo