Um avião da companhia aérea EasyJet foi obrigado a fazer um pouso forçado por causa de uma rolha de champanhe descontrolada. O incidente aconteceu em uma aeronave que ia de Londres para a Turquia e que teve que descer no aeroporto de Milão após um comissário de bordo ter feito com que as máscaras de ar fossem liberadas quando atingiu o teto do avião com uma rolha em altíssima pressão.

Uma rolha disparada do bocal de uma garrafa pode chegar até a 96 km/h.

A trapalhada do comissário obrigou o piloto a pousar a aeronave para que as máscaras fossem recolocadas no lugar certo, caso fosse necessário usá-las de verdade. Quem nunca imaginou que uma rolha de champanhe tivesse tamanho poder “bélico” não sabe o perigo que o pequeno artefato pode causar, a ponto de alguns produtores da bebida estarem buscando uma maneira de substituí-lo.

Quase uma arma

Uma garrafa de champanhe pode conter uma pressão de até 90 libras por polegada quadrada, cerca de três vezes mais do que encontramos em um pneu comum de carro. Uma rolha disparada do bocal de uma garrafa pode chegar até a 96 km/h e o registro de maior distância percorrida por uma delas é de 54 metros. Imagina se pega no olho!

A empresa aérea EasyJet confirmou o incidente afirmando que “o voo EZY8845 do aeroporto de Gatwick, em Londres, para Dalaman no dia 7 de agosto foi desviado para o aeroporto de Malpensa, em Milão, como medida de precaução devido a um problema técnico com as máscaras de oxigênio da cabine de passageiros”.

Você já teve algum incidente envolvendo a rolha de uma garrafa de champanhe? Conte para nós no Fórum do TecMundo