Uma resolução divulgada recentemente pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou que a empresa Gol Linhas Aéreas estenda o uso de aparelhos eletrônicos para todas as etapas de seus voos em modo avião. Isso inclui as etapas de taxiamento, decolagem, pouso e deslocamento até a área de desembarque.

Anteriormente, a utilização de smartphones, tablets e notebooks só era permitida durante a etapa de cruzeiro, quando o avião já estava no ar. O uso de transferências de dados e ligações também foi ampliado, sendo permitido também logo após a aterrissagem, enquanto a aeronave ainda está se encaminhando para a área de desembarque.

No entanto, os equipamentos ainda deverão ser guardados nos bolsões à frente dos passageiros ou junto ao corpo em alguns momentos, como durante a decolagem, instruções de segurança, turbulências e pouso. Caso o dispositivo seja maior do que um tablet, nessas situações deverá ser armazenado no compartimento de bagagens acima dos assentos.

A decisão da Anac espelha medidas que já estão em vigor na Europa e Estados Unidos desde 2013, e que em breve deve valer também para as demais companhias aéreas nacionais.