A Lockheed Martin é uma fabricante que faz monstros aéreos. Ela desenvolve aviões de carga e supersônicos poderosos de vários tamanhos e potências. E a sua mais nova criação é o programa F-35 Join Strike Fighter, que projeta aviões stealth para governos dos EUA, Reino Unido, Itália, Canadá, Israel, Dinamarca, Noruega e outros.

Um dos supersônicos já construídos é o CTOL F-35A. Para apresentar ao mundo seu poderio, Matt Short bateu uma foto do avião com todo seu armamento disponível. São bombas e mísseis prontos para serem carregados e atirados pelo caça — ok, ele não carrega todos ao mesmo tempo, mas uma boa parte.

O CTOL pode chegar a uma velocidade de até 1.930 km/h (Mach 1,6) com teto máximo de 15 mil metros, e seu preço final é de US$ 74 milhões (cerca de R$ 194 milhões).