Comprar passagens online nem sempre é uma tarefa simples já que as companhias aéreas estão constantemente alterando o valor das passagens. Existem diversos métodos para tentar conseguir pagar menos pelas passagens e, sabendo disso, Aktarer Zaman fundou o Skiplagged, um serviço que busca por voos “alternativos”.

Através do sistema, as pessoas podem pegar voos para cidades escondidas. Mas como isso funciona? Imagine que você está na cidade A e precisa ir para a cidade B. Uma das opções é comprar uma passagem diretamente para esse trecho.

O método da “cidade escondida” entende que o passageiro pode comprar uma passagem para a cidade C, sabendo que poderá desembarcar na cidade B, que é onde o avião fará uma escala, ignorando o restante da viagem. Com isso, é possível pagar até 67% menos, segundo Zaman.

A desvantagem é que não se pode despachar bagagens, já que estas vão sempre para o destino final. Também não é possível utilizar esse método para comprar passagens de volta.

As companhias aéreas não curtiram

O método já é conhecido de muita gente, mas Zaman conseguiu automatizar tudo com o seu site. Isso rendeu a ele um processo por parte da United Airlines e da Orbitz, que consideraram o serviço uma “competição desleal”. Agora as empresas pedem uma indenização de US$ 75 mil por perdas e danos causados pelo Skiplagged.

Segundo Zaman, o seu sistema não faz nada ilegal, ele apenas automatiza um processo que já era realizado há muito tempo.