Fazer manobras radicais com caças ultramodernos e versáteis é uma coisa não muito rara. Ora ou outra, a força aérea de algum país realiza eventos exibindo suas máquinas voadoras com pilotos habilidosos. Mas e se esses pilotos fizessem mais ou menos a mesma coisa com aviões comerciais? Mais especificamente com cinco Airbus A350 com 65 metros de envergadura um ao lado do outro?

Você pode dizer que isso é loucura, irresponsabilidade e fazer um monte de outras classificações. Mesmo assim, a fabricante desses modelos, a Airbus, não quis saber de nada disso e realmente colocou seus aviões novinhos em folha para voar em formação e fazer manobras.

É interessante notar que tudo foi muito bem estudado para que a exibição não acabasse em tragédia. Além do mais, as manobras e formações não são consideradas complexas, mas certamente são muito mais desafiadoras do que as condições de voo tradicionais que esses aviões enfrentam no dia a dia. Note que um deles inclusive já tem a pintura de Qatar Airlines. Ou seja, um avião pronto para ser entregue.