Há muitas pessoas que têm medo de avião, mas é preciso saber que os gigantes voadores só chegaram ao mercado porque demonstraram a segurança e a praticidade que outros meios de transporte não conseguiriam oferecer aos consumidores.

Mas quais são os aviões comerciais mais velozes que já existiram e que ainda cruzam os céus de todo o nosso planeta Terra? Mais ainda: quais são os aviões militares que conseguem ultrapassar a velocidade de 3.000 km/h em voos, sem perder a estabilidade?

Vamos descobrir isso juntos, com a lista dos aviões mais rápidos do mundo que o Tecmundo preparou para você. Será que a sua aeronave favorita está no ranking que elaboramos? Descubra agora mesmo!

Aviões comerciais

1. Tupolev TU 144 (União Soviética – Rússia)

O avião de passageiros mais rápido do mundo foi desenvolvido pela empresa Tupolev da Rússia, no final da década de 1960. Com capacidade para 140 passageiros, o TU 144 podia atingir a incrível velocidade de 2.878 km/h, mas demandava a utilização de recursos de pós-combustão para isso, causando consumo excessivo de combustível. Ele só começou a ser utilizado efetivamente em 1975 e menos de três anos depois saiu de circulação.

2. Concorde (França e Inglaterra)

Criado em uma parceria entre as empresas British Aicraft Corporation e Aérospatiale, os aviões Concorde podiam transportar até 128 passageiros em cada voo. Ficou em operação entre os anos de 1976 e 2003, sendo operado pelas companhias de aviação British Airways e Air France. Com velocidades de até 2.160 km/h, o Concorde é um dos símbolos da aviação comercial moderna.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

3. Airbus A380 (França)

Tendo seu primeiro voo comercial realizado no ano de 2007, o Airbus A380 está em plenas atividades ao redor do mundo. Ele é o avião comercial mais veloz em operação atualmente, chegando aos 1.078 km/h. É também o que possui maior capacidade de passageiros. Em layouts comuns, abriga até 555 pessoas, mas pode chegar aos 853 no formato “All-Economy”, em que todos os assentos são de classe econômica.

4. Boeing 747-8 (Estados Unidos)

O veículo faz parte da quarta geração de Boeings 747, sendo a maior versão já feita. Ele é dono de vários recordes, incluindo o de maior avião comercial a ser produzido nos Estados Unidos e mais comprido do mundo. Em atividade desde 2010, o Boeing 747-8 pode abrigar até 467 passageiros e chega à velocidade de 1.041 km/h.

5. Bombardier CRJ1000 NextGen (Canadá)

A Bombardier está no mercado internacional há décadas e agora passa a fazer parte do ranking das fabricantes de aviões mais velozes do mundo. O CRJ1000 NextGen foi certificado internacionalmente em 2010 e deve começar a operar comercialmente nos próximos anos. As velocidades máximas podem chegar aos 871 km/h em cruzeiro normal e até 895 km/h em cruzeiro descendente.

(Fonte da imagem: Reprodução/Bombardier)

Aviões militares

1. X-43A (Estados Unidos)

Criado pela NASA para fazer parte do programa HyperX, trata-se de um avião não tripulado que utiliza um novo tipo de motor: o estatojato. Ele é movido por hidrogênio e consegue se aproximar da incrível marca da velocidade Mach 10. Efetivamente, são 11.760 km/h, o que corresponde a Mach 9,6. O X-43A está em testes desde o início dos anos 2000.

2. NAA X-15 (Estados Unidos)

Criado pela North American Aviation, o X-15 conseguiu atingir a marca de 7.274 km/h (Mach 6,85) no ano de 1967. Utilizando motor foguete, ele foi utilizado em missões da NASA por um período de 11 anos e conseguiu atingir altitudes de 100 quilômetros por duas vezes. Uma curiosidade interessante: o astronauta Neil Armstrong foi um dos pilotos de testes da aeronave.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

3. SR-71 Blackbird (Estados Unidos)

O SR-71 Blackbird foi criado pela Lockheed e começou a ser utilizado no ano de 1966. Sua principal função era referente aos voos de reconhecimento, o que era possível graças ao design, que pode ser considerado um proto-stealth. Os motores híbridos mesclavam turbojatos e ramjets permitiam velocidades superiores ao Mach 3. Em 1970, o SR-71 Blackbird chegou aos 3.700 km/h, o que equivale a Mach 3,5.

4. MiG-25 Foxbat (União Soviética – Rússia)

Aqui temos o único avião militar da lista que não foi produzido nos Estados Unidos. Desenvolvido pela Mikoyan-Gurevich, o MiG-25 Foxbat utilizava motores turbojato e atingiu a velocidade de 3.500 km/h (Mach 3,2) no ano de 1970. Com missões de interceptação e reconhecimento, foi um dos símbolos da força militar soviética durante a Guerra Fria.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

5. NAA XB-70 Valkyrie (Estados Unidos)

Assim como o X-15, o XB-70 Valkyrie também foi produzido pela North American Aviation. Testado entre 1964 e 1969, ele não chegou a ser utilizado em operações reais, mas seria importante em missões de bombardeio e pesquisas. Com motores turbojato, chegava a velocidades próximas dos 3.300 km/h. Apenas dois protótipos foram construídos: um foi destruído e outro está em exposição nos Estados Unidos.

.....

Você já conhecia esses poderosos aviões? Como você pode ver, no mundo da aviação comercial estão sendo cada vez mais comuns as aeronaves de velocidades mais altas, mas nos modelos militares a história é um pouco diferente. Será que isso vai se manter pelas próximas décadas?