(Fonte da imagem: Reprodução/Aviation Week)

Considerada como uma das aeronaves mais impressionantes já feitas pela humanidade, o SR-71 Blackbird está prestes a ser substituído pela fabricante Loockheed Martin. O avião, construído totalmente em titânio, se tornou famoso por sua capacidade de viajar a alturas tão altas que seus pilotos eram obrigados a vestir roupas espaciais em seu interior.

O novo veículo militar, que será conhecido como SR-72, está sendo desenvolvido no laboratório Skunk Words, local de nascimento de algumas das aeronaves mais modernas do mundo. A expectativa é a de que o novo avião faça voos à velocidade Mach 6, algo que será possibilitado por uma combinação de turbinas convencionais com um motor Scramjet.

Embora o Blackbird tenha sido desenvolvido com o objetivo único de registrar fotografias de territórios inimigos, seu sucessor apresentará a capacidade de fazer ataques com mísseis. Apesar de o conceito da aeronave já estar pronto, deve demorar um tempo considerável até ela ser empregada pelas forças armadas dos Estados Unidos: os primeiros testes do veículo devem ser iniciados em 2018, com previsão para terminar somente em 2030.