Avião supersônico de Busemann é redesenhado. (Fonte da imagem: Reprodução/Extreme Tech)

Há mais de seis décadas, o engenheiro aeroespacial alemão Adolf Busemann, desenvolveu um conceito de avião supersônico que deveria evitar o barulho causado quando aeronaves ultrapassam a barreira do som.  As aplicações de um projeto como esse não ficaram muito claras, porém a ideia nunca foi esquecida.

Recentemente, a Universidade Tohoku, no Japão, e o Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, uniram seus pesquisadores para atualizar o avião de Busemann. O resultado foi uma aeronave com duas asas triangulares que, teoricamente, anulam reciprocamente os efeitos da barreira do som.

Com isso, o modelo de Bussemann com as correções e alterações japonesas e norte-americanas poderia voar em velocidades supersônicas sem que um imenso barulho fosse emitido. No fim das contas, se o modelo realmente fosse construído, seria possível atravessar o Oceano Atlântico em menos de três horas.

Se você não conhece os efeitos da barreira do som nas assas de aviões supersônicos, confira no vídeo algumas demonstrações.

Fonte: Extreme Tech