(Fonte da imagem: Reprodução/Cnet)

Até agora, estamos longe de ter uma guerra protagonizada por veículos aéreos não tripulados, mas já é possível reproduzir algumas batalhas de outras maneiras – e a melhor delas, sem dúvidas, é a partir de aeromodelos. Essa é a ideia de um professor da Naval Postgraduate School, nos Estados Unidos, que quer colocar frotas de aeronaves em miniatura umas contra as outras.

Estudantes estão construindo aeromodelos, sistemas de lançamento e softwares de comando para, no futuro, montar um tipo de torneio que envolva escolas de engenharia e órgãos militares — tudo para descobrir quem criou o melhor veículo voador.

(Fonte da imagem: Reprodução/Cnet)

As melhorias usadas nesses protótipos, caso sejam viáveis, podem virar realidade até mesmo em jatos de tamanho natural. Estratégias de batalha e até profissionais envolvidos no torneio seriam aproveitados pela Força Aérea dos Estados Unidos.

Mas isso ainda está longe de acontecer: os modelos atuais são lançados manualmente ou por uma estrutura básica de PVC e têm uma bateria de curta duração. A ideia é que, se não for arquivado antes por impossibilidade de realização, o combate de aeromodelos vire realidade até 2015.

Fonte: Cnet