(Fonte da imagem: Oliver VTOL)

Junte toda a velocidade e o tamanho de um avião com o método de decolagem e aterrissagem de um helicóptero. Esse é o conceito perfeito de um veículo voador – e vai existir de verdade. O Hexplane ainda é um projeto da Oliver VTOL, que pretende juntar a fuselagem de um Boeing 737 com peças e motores de um Osprey.

Com seis hélices (e motores), o veículo ganha em velocidade, potência e alcance, superando qualquer aeronave do tipo quando o assunto é pouso ou decolagem. Os números estimados impressionam: ele voa a uma altitude de mais de 30 mil pés, tem velocidade de passeio de quase 700 km/h e um alcance de mais de 4 mil km. Os pontos negativos? Além de serem valores bem próximos do 737 convencional, o combustível gasto com ele seria o triplo do utilizado por um helicóptero comum.

De acordo com o Wired, a maior dificuldade aqui é justamente produzir um gigante desses, mas a Oliver VTOL garante que já está montando um protótipo para ganhar os céus em breve. O veículo por enquanto é pensado para transportar pessoas e cargas, mas uma versão militar deve ser produzida mais para o futuro, caso o projeto seja bem-sucedido.