(Fonte da imagem: Divulgação / All Nippon Airways)

Imagine um Boeing 737-700 voando de cabeça para baixo. Com certeza não deve ser uma experiência muito agradável, ainda mais quando os passageiros são pegos completamente desavisados, pois os comissários e comandante não avisaram sobre o ocorrido. Na verdade, nem poderiam avisar, pois tudo aconteceu por um descuido do copiloto.

Quando o comandante da aeronave da ANA (All Nippon Airways, do Japão) bateu na porta da cabine para entrar novamente, o copiloto responsável confundiu a alavanca de liberação do recinto com o manche de direcionamento da aeronave. Com isso, ele fez com que o Boeing deitasse no ar.

Segundo o Kyodo News International, o avião continuou sendo girado até atingir a marca de 131 graus para a esquerda. Como o nariz do avião desceu 35 graus, a nave chegou a cair por quase 2 mil metros. O incidente está sob investigação pelo departamento de segurança aérea do governo japonês.