(Fonte da imagem: Divulgação)

Muitas vezes, para entender um fenômeno da natureza, os pesquisadores precisam ficar o mais próximo possível do seu ponto de origem. Pensando nisso, as instituições US National Oceanic e Atmospheric Administration pretendem lançar um aeromodelo no olho de um furacão para coletar dados que possam ajudar na previsão desse tipo de evento meteorológico.

O avião não tripulado, chamado de GALE, foi desenvolvido em uma parceria da Embry Riddle Aeronautical University e a empresa DynaWerks. De acordo com o site SunSentinel, o aeromodelo possui 1 metro de comprimento e pesa 3 quilos. Ele é movido a energia elétrica, tendo uma bateria que permite voos de até 60 minutos em uma velocidade de até 185 quilômetros por hora.

(Fonte da imagem: Divulgação)

Um protótipo do GALE deve ser testado nas próximas semanas. No ano que vem, dois exemplares do avião deverão ser enviados para explorar os furacões. Os aeromodelos voarão sobre o oceano a uma altura de 30 metros, para registrar a velocidade do vento e outras informações que possam ajudar os cientistas a compreender a reação e a relação dos mares com as tempestades, permitindo que os tornados sejam previstos com maior eficiência.

Quando a bateria dos exploradores estiver chegando ao seu final, os pesquisadores pretendem levá-los até o centro dos furacões, onde os dispositivos poderão coletar mais dados sobre como esse tipo de fenômeno atua.